Jardins verticais: dicas de plantas e aproveitamento de espaço

Falta de espaço não serve de desculpa: poucos metros quadrados são suficientes para criar um jardim e mudar o astral de uma casa. Paisagistas fazem milagres com o mínimo de espaço e garantem que sempre há uma solução para compor um cenário verde. Só ter um pouquinho de criatividade.

Varanda que recebe sol à tarde e muito vento: Escolha, por exemplo, a trepadeira amor-agarradinho e ipomeia (usando sempre uma treliça como suporte); ixora, que, além de ornamental, atrai pássaros; fórmio, sempre numa jardineira horizontal junto à grade; bromélias variadas e buxinhos, que se mantêm verde o ano inteiro e permitem topiaria

A partir daí vale tudo – quintal, varanda, sacadinha, canto, corredor perdido, parede, laje. E não existem desculpas, se o tanque e a máquina de lavar estragam o visual, é só isolar a lavanderia com uma cerca viva ou um painel de treliça com vasinhos, por exemplo. Se não der para ter flores e espécies exuberantes, contente-se com vasos de flores e folhagens bem distribuídos sobre uma mesa bonita e um canteiro de temperos.



O mercado está cheio de peças e materiais usados para se montar pequenos jardins. Além dos entrepostos e grandes revendedores, em qualquer bairro é possível encontrar lojas que vendem vasos, suportes, painéis para compor quadros-vivos, pedras, pedriscos, cascas de árvore, terra, adubos, além de infinitos objetos de decoração e, é claro, uma variedade infinita de plantas.

Aqui vai algumas dicas de plantar em determinadas tipos de varandas:


DICAS DE PLANTAS A UTILIZAR NA VARANDA: 

2. Varanda com janela e que recebe o sol da tarde: plante mini-ixoras, lírios-da-paz e bromélias. Ripsális, flor-de-maio e columeias, em vasos suspensos

3. Varandas com muito vento: kaizucas em vasos grandes, ligustro, que vai bem até em meia-sombra, e eugênias, cuja folha é mais bonita que as flores

Fonte: O Estado de SP

Comentários